Implante contraceptivo

implante contraceptivo

Qual a função do implante contraceptivo?

O implante contraceptivo é uma pequena cápsula de 4 cm de comprimento e 2 mm de diâmetro, contendo o hormônio etonogestrel. Este dispositivo é semelhante a um palito de fósforo em seu tamanho, e tem como função impedir a liberação do óvulo no ovário, além de alterar a secreção de muco no colo do útero, dificultando a entrada de espermatozoides.

Quanto tempo dura o implante anticoncepcional?

Compare isso com o uso típico da pílula anticoncepcional (ou seja, não tomá-las idealmente), onde 7 gestações ocorreriam em um ano entre 100 pessoas (1). Uma vez colocado, o implante pode ser usado de 3 a 5 anos dependendo do tipo (2,3).

Qual a diferença entre implante e pílula anticoncepcional?

De 100 pessoas que usam o implante como contraceptivo ao longo de um ano, menos de 1 engravidará (1). Compare isso com o uso típico da pílula anticoncepcional (ou seja, não tomá-las idealmente), onde 7 gestações ocorreriam em um ano entre 100 pessoas (1).

Qual a diferença entre implante e outros métodos anticoncepcionais convencionais?

Qual a diferença entre o implante e outros métodos anticoncepcionais convencionais? O principal diferencial que se pode destacar entre o Implanon e os outros métodos anticoncepcionais mais recorrentes é a independência da paciente, que fica livre do regime diário, semanal ou mensal da medicação.

Como funciona a ação contraceptiva do implante?

A ação contraceptiva do implante é reversível, e o implante pode sim ser retirado a qualquer momento. Pouco tempo após a retirada do implante, ocorre o retorno ao ciclo menstrual normal. A ação do etonogestrel é de apenas inibir a ovulação, no entanto a atividade promovida pelos ovários não é totalmente suprimida.

Quais são as vantagens e desvantagens do implante contraceptivo?

alta eficácia: 5 entre 10 mil mulheres engravidam usando o implante contraceptivo, enquanto as estatística apontam que de cinco a nove em cada 100 mulheres americanas ficam grávidas usando a pílula. Embora o implante contraceptivo apresenta muitas vantagens, ele também tem o seu lado negativo e ele também possui as suas contra indicações.

O que é um implante anticoncepcional?

O implante contraceptivo também altera a motilidade tubária, de forma que caso exista ovulação o óvulo não consegue ser deslocado ao longo da tuba uterina, e promove a atrofia do endométrio, evitando que ocorra implantação de possível embrião e, consequentemente, prevenindo o desenvolvimento de gravidez.

Quais são os efeitos colaterais do implante hormonal?

As mulheres que utilizam o implante hormonal podem apresentar alguns efeitos colaterais, entretanto, a maior parte destes efeitos fazem parte da adaptação ao medicamento e podem desaparecer em até 6 meses. Manchas na pele. O implante hormonal é um método de longa duração, com alta eficácia e efeito rapidamente reversível.

Qual a diferença entre pílula e implante hormonal?

Enquanto a pílula tem probabilidade de 4% de falha, o implante hormonal não chega a 1%. Conheça as diferenças entre as pílulas e os implantes hormonais Se houver esquecimento de alguma dose diária, o efeito será comprometido, o que aumenta os riscos de gravidez;

O que é um implante anticoncepcional?

O implante contraceptivo também altera a motilidade tubária, de forma que caso exista ovulação o óvulo não consegue ser deslocado ao longo da tuba uterina, e promove a atrofia do endométrio, evitando que ocorra implantação de possível embrião e, consequentemente, prevenindo o desenvolvimento de gravidez.

Qual a diferença entre injeção anticoncepcional e pílula?

Já em termos práticos, a injeção anticoncepcional tem o mesmo efeito da pílula, só que com a diferença que, ao invés de um tratamento diário, o medicamento vai sendo absorvido pouco a pouco pela corrente sanguínea, tanto as mensais quanto as trimestrais.

Qual a diferença entre pílula do dia seguinte e anticoncepcional?

A principal diferença entre a pílula do dia seguinte e a anticoncepcional está na dosagem hormonal. Cada um desses métodos contraceptivos têm propósitos diferentes e funcionam de formas completamente distintas, mas, ainda assim, é muito comum se confundir com suas características.

Postagens relacionadas: